Fanzines voltam a ganhar espaço no Brasil

Depois de quase ser extinto com a chegada da internet, publicação vive fase de ouro

Escolha cuidadosamente o material que você quer publicar
Você chega em casa, liga o computador e abre o site da sua banda preferida. Lá, você pode conversar com gente do mundo inteiro sobre o quanto vocês adoram a música e como estão animados para a chegada do segundo álbum. Enquanto discute quais serão as influências do artista, entra em um site de esportes e confere como está indo o jogo do seu time em tempo real e comenta com gente do país inteiro. Você abre mais uma aba no navegador e acessa seu Twitter para passar os melhores momentos do jogo e os insights da discussão para seus amigos mais “íntimos”, além de receber links de sites e blogs do mundo inteiro sobre as coisas que você mais gosta. Viver na era da internet definitivamente tem suas vantagens, mas nem todas as coisas boas começaram online. Em uma época em que as revistas de circulação nacional e a TV eram a principal fonte de informações, grupos de adolescentes dos anos 70, 80 e 90 criaram uma rede para trocar indicações de bandas, filmes, quadrinhos e livros. A base dessa rede era o fanzine, uma espécie de revista, normalmente xerocada, criada, escrita, editada e distribuída entre os aficionados por informação. É essa história que conta o documentário Fanzineiros do século passado: capítulo 1, de Márcio Sno.A rede social do fanzine não era tão simples quanto o Twitter. “As dificuldades eram muitas, mas, como não tinha internet, a gente não tinha como fazer a comparação”, explica. “Digamos que a gente ia entrevistar uma banda de Goiânia. Eles mandavam a fita demo por correio, a gente escutava e mandava perguntas por carta. Às vezes eles demoravam um mês para responder”, relata Márcio. Para ele, a grande vantagem da época é que “tudo era feito com mais calor”. Todo mundo que fazia um zine se conhecia. Quando o material era finalmente impresso, o fanzineiro já tinha uma lista de gente que tinha mandado um zine para ele e estava esperando receber o material do cara. Cada cópia virava uma carta social (uma opção do correio, que permite que uma carta de uma página seja enviada por R$ 0,01) e assim elas rodavam o país. Lojas de vinil, fita cassete e CD também participavam no esforço da disseminação da informação. Em cima do balcão ficava o material grátis, mas muitas vezes os vendedores tinham os zines mais elaborados, às vezes impressos na gráfica, para quem tivesse interesse.E, dessa forma, toda uma geração se comunicava. Bandas underground ganharam notoriedade, filmes que não arrecadaram nada nos cinemas faziam sucesso nas locadoras e livros eram emprestados. Isso até que a internet chegou. “Os anos 90 foram uma década paradoxal. A primeira metade foi a época em que foram produzidos mais fanzines no Brasil. Na segunda metade, os zines migraram para os blogs e os e-zines”, explica Márcio.

Depois da arte, o xerox: nosso fanzine ficando pronto
A VOLTA DOS FANZINESMárcio conta que a ideia inicial era fazer um documentário para registrar depoimentos dessa geração fanzineira, mas, ao longo das filmagens, acabou extrapolando o projeto original ao perceber que a arte que ele julgava morta está retornando. “No último ano rolou um boom na fabricação de fanzines. Isso rola por três motivos. O primeiro é a nostalgia, o pessoal está querendo publicar no formato impresso para poder pegar no papel, brincar com a diagramação. O segundo é o uso do material em sala de aula. Muito professor usa o fanzine como uma forma de incentivar a escrita, fazer um projeto diferente. O terceiro é que o formato em si é bacana. Eu comparo com a volta do vinil. O prazer de pegar o disco e colocar na vitrola”, explicou Márcio.Não faltam novos fanzines. Em fevereiro desse ano, os DJs Lola B, Carol Morena e elCabong lançaram um zine, A bolha, que acompanha uma festa mensal que eles discotecam em Salvador, na Bahia. O rocartê também é novidade na cena brasileira. Surgiu no último ano e está na segunda edição. “O problema é que hoje quem faz o zine lança um agora, e outro não sei quando. Existe uma rede, mas ela ainda está se constituindo, não é tão forte como antes. Talvez daqui a seis meses, um ano, ela possa ser comparada com o que tínhamos antes”, completa.O SEU PRIMEIRO FANZINEFazer o seu primeiro fanzine é o mesmo que passar por uma espécie de iniciação. Escolher cuidadosamente o material que você quer publicar, procurar as imagens, e brincar com a diagramação são passos divertidos e importantes para quem quer entrar no meio. Confira o nosso tutorial! Veja imagens da confecção do nosso fanzine ANTES DE COMEÇAR:A. Escolha um tema. Sobre o que o seu fanzine vai falar?B. Decida o número de páginas (8, 12, 16 etc.).C. Escreva o texto.D. Faça fotos ou procure imagens em revistas ou na internet.E. Assim como as fotos, o texto deve ser impresso. Programas de edição de texto, como o Word, dividem em duas ou mais colunas. Corte a página, separando os parágrafos.1. Dobre as páginas ao meio, como uma revista. Enumere as páginas para não se perder.2. Com as fotos e o texto já cortados, você começa a montar o zine. Você pode usar cola ou fita crepe. Cada página pode seguir uma orientação (horizontal ou vertical), não se preocupe com regras. Só tome cuidado para não perder a ordem do texto.3. Quando chegar ao final, lembre-se de escrever o seu contato. Você pode imprimir ou escrever com uma caneta mesmo. Isso é muito importante para que seus leitores e outros fanzineiros possam entrar em contato com você!4. Na hora de fazer a capa, o importante é ser criativo. Se você souber desenhar, agora é a hora!5. Desmonte o fanzine e tire xerox das páginas. Depois disso é só grampear e distribuir.PARA SABER MAISZINESCÓPIO (zinescopio.wordpress.com) Tudo começou como uma brincadeira, mas acabou virando projeto sério. Seu criador está dedicando o seu 2011 para digitalizar todos os fanzines em sua coleção. Além disso, recebe material de gente do país inteiro e está criando uma biblioteca de zines.

1º ANUÁRIO DE FANZINES, ZINES E PUBLICAÇÕES (ugrapress.wordpress.com)A ideia é que ele seja um guia completo para editores e leitores de zines. São mais de 120 resenhas, além de entrevistas e matérias sobre o mundo dos zines.

32 Respostas

  1. You can do literally anything on PlentyofRainbows. However we do not tolerate harrassments, discrimination or any other form of respectless behavior. An administration team is on duty 24/7 to filter out folks that don’t respect or accept this one SIMPLE and serious rule.

  2. There are many words on this topic but This one I found is the most impressive.

  3. …Websites you should visit…

    Great weblog right here! Additionally your web site rather a lot up very fast! What web host are you the usage of? Can I get your affiliate hyperlink to your host? I wish my web site loaded up as quickly as yours lol…

  4. I do agree with all the ideas you’ve presented in your post. They are very convincing and will certainly work. Still, the posts are too short for newbies. Could you please extend them a bit from next time? Thanks for the post.

  5. Thanks for the suggestions shared on the blog. Something else I would like to convey is that weight-loss is not information on going on a dietary fads and trying to reduce as much weight as you can in a couple of weeks. The most effective way to shed pounds is by consuming it slowly and right after some basic tips which can help you to make the most through your attempt to drop some weight. You may learn and be following a few of these tips, yet reinforcing knowledge never hurts.

  6. Do you mind if we link you in an upcoming feature?

  7. I am usually to blogging and i actually appreciate your content. The article has really peaks my interest. I am going to bookmark your site and hold checking for brand new information.

  8. I actually still cannot quite believe that I could end up being one of those reading the important points found on your blog. My family and I are sincerely thankful for the generosity and for giving me the chance to pursue our chosen career path. Appreciate your sharing the important information I obtained from your web site.

  9. Hello there! I know this is kinda off topic but I was wondering if you knew where I could locate a captcha plugin for my comment form? I’m using the same blog platform as yours and I’m having difficulty finding one? Thanks a lot!

  10. I really like your writing style, excellent info , thankyou for posting : D.

  11. tb1543622@1543622…

    I’ve said that least 1543622 times….

  12. I’ve said that least 1543622 times. SCK was here

  13. This is the right blog for anyone who wants to find out about this topic. You realize so much its almost hard to argue with you (not that I actually would want…HaHa). You definitely put a new spin on a topic thats been written about for years. Great stuff, just great!

  14. You have remarked very interesting details ! ps decent website . “The appearance of right oft leads us wrong.” by Horace.

  15. Good website! I seriously absolutely adore the way its attractive to view and the data is well drafted. Now i’m curious the way in which I could possibly be warned at any time when a brand-new article is produced?

  16. I have to say that for the past few of hours i have been hooked by the impressive posts on this site. Keep up the wonderful work.

  17. Someone essentially lend a hand to make critically posts I’d state. This is the very first time I frequented your website page and up to now? I amazed with the research you made to make this particular post extraordinary. Magnificent job!

  18. You really make it seem so easy with your presentation but I find this topic to be really something which I think I would never understand. It seems too complicated and extremely broad for me. I’m looking forward for your next post, I’ll try to get the hang of it!

  19. You actually make it seem so easy with your presentation but I find this topic to be really something which I think I would never understand. It seems too complex and extremely broad for me. I am looking forward for your next post, I will try to get the hang of it!

  20. I can’t subscribe to your channel

  21. As I website owner I think the subject material here is very wonderful, thankyou for your efforts.

  22. Its good as your other blog posts : D, thanks for putting up. “As experience widens, one begins to see how much upon a level all human things are.” by Joseph Farrell.

  23. Heya i’m for the first time here. I came across this board and I find It really useful & it helped me out much. I hope to give something back and help others like you helped me.

  24. If you are getting less than $1000 every single 14 days, this prognosis can be grim.

  25. 7Conversely, non-objection to a capital action by the Federal Reserve does not mean that the Federal Reserve endorses the banking company’s strategy or believes that there are no improvements that could and should be made to its internal capital planning processes.

  26. Exactly what I was searching for, thankyou for posting .

  27. The next occasion Someone said a blog, I actually hope so it doesnt disappoint me about this place. What i’m saying is, Yes, it was my method to read, but I in fact thought youd have something interesting to convey. All I hear can be a number of whining about something you could fix should you werent too busy looking for attention.

  28. fix your banking system so diaspora or what ever you call will have right to have loan in ethiopia based up on thier investment catagory and colateralin western economic establishement,no one asked to put dawn payement of 30% of the loan amount in cash redicules banking system in ethiopiafor example for dead meat 1 mil et birr the bank requier you to deposit 300,000 birr in cash it doesnt matter how much is your loan but it has to be paid in 5 year if not ,you loose your what ever investiment it is to the bank or lenderpolitics wise, im pro OLF,ONLF ,TPLF REASON why is i dont like these emeyeethiopia ,one nationone language,one religion ,speak and act like me idiots of the past dream of past emiyee ethiopia equalizes that of butter droped in fire no retrivallast and very seriouse we dont appriciate the mistreatment of oromo farmers,teachers,students,scholars,investors,bussness men/women, sell of oromo land to forgieners while 50% of oromo has shortage of farming land and polpulation growth those has to be corrected imidietly if not , the back fire will burn for long and annymousity will widen its intentpower to the people

  29. I do accept as true with all the ideas you’ve offered on your post. They’re very convincing and will definitely work. Nonetheless, the posts are too quick for starters. May you please extend them a bit from next time? Thank you for the post.

  30. Great goods from you, man. I have understand your stuff previous to and you are just extremely magnificent. I actually like what you have acquired here, certainly like what you’re stating and the way in which you say it. You make it entertaining and you still take care of to keep it smart. I can’t wait to read much more from you. This is really a terrific web site.

  31. Really superb information can be found on blog . “Search others for their virtues, thyself for thy vices.” by Benjamin Franklin.

  32. I simply want to mention I’m all new to blogs and absolutely savored this web-site. Likely I’m likely to bookmark your blog . You really have superb articles. Kudos for revealing your website page.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: