BH ganha street art pela paz


images.do150 grafiteiros pintam muro gigante em projeto da prefeitura pela paz na região Leste da cidade

Grafiteiros discutem trabalho feito em muro com mais de 1km de extensão
image
Os moradores de Belo Horizonte recebem neste fim de semana um presente gigante e inusitado. O muro e viaduto localizados na Avenida dos Andradas, entre as avenidas Itaituba e Belém, com 1 km de extensão, serão grafitado pelos artistas do coletivo IN até o fim do dia de amanhã.
“Para preencher todo o espaço, fizemos uma seleção prévia através das redes sociais, como uma convocação. Trabalharão no muro cerca de 150 grafiteiros”, conta Bá, um dos porta-vozes do Projeto Guernica, que tem o intuito de promover a cidadania dos artistas adeptos do grafite.
Bá, coordenará o trabalho juntamente com o grafiteiro e educador social Fred Negro F e do artista visual Leandro Arieth. “A única exigência feita pelos artistas foi música. Que ficasse tocando e que fosse no estilo que escolhessem”, conta Isabela Gamaliel, gerente de comunicação social da prefeitura.
Com o objetivo de promover a paz na regional e nos trens, evitando acidentes e vandalismo, a iniciativa “Tudo de Cor nos Trilhos da Leste – Um evento pela Paz”, conta com o apoio da VLI (responsável pelos trilhos e entornos), da Copasa e da Coral, que forneceu tintas para que os muros fossem pintados.
“Como era uma área – antes da existência dos muros – com acidentes relacionados aos trilhos do trens, pedimos aos grafiteiros que deixassem mensagens de conscientização que dissessem respeito a isso”, afirma a gerente de políticas sociais da prefeitura, Fátima Félix de Oliveira.
“A iniciativa foi uma demanda do próprio secretário da prefeitura, que mora na região e passa diariamente por aqui. Ele sentiu a necessidade de transmitir a mensagem de paz para a regional Leste de uma maneira colorida, que dialogasse com os jovens da região, mas também com todas as idades. Por isso, cartas com demandas dos idosos foram feitas e deixadas em pontos estratégicos para serem passadas aos jovens”, completa Fátima. “Foram três meses de negociações e a data escolhida foi um acordo entre os grafiteiros e a PBH”, diz a assessora de imprensa Isabela Gamaliel.
“A construção dos muros na região foi um dos fatores mais importantes para que o índice de acidentes nos trilhos fosse reduzido. Por isso, temos que fazer com que a população tome consciência de sua importância e preserve o seu patrimônio, a barreira e o trem”, lembra Akzo Nobel, coordenador de Marketing da VLI.
Hoje, além dos grafiteiros em ação, o evento contará com a participação de DJs, shows, rua de lazer e bancas de comida. As atividades culturais vão até o fim da tarde e o trabalho dos grafiteiros se encerra amanhã.

Por: Deborah Couto e Silva
######################################
Eus-R Doação de Sangue .

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: