EM BH » O endereço da cultura


Casa Fora do Eixo reúne coletivo de artistas dispostos a explorar novos paradigmas das linguagens artísticas.Pensionato contemporâneo se abre a experiências de todo o país.
Criado há cinco anos, Fora do Eixo é um movimento social formado por uma rede de coletivos culturais de todas as regiões no Brasil. Inicialmente, surgiu da conexão de produtores de Cuiabá (MT), Rio Branco (AC), Uberlândia (MG) e Londrina (PR). Hoje, são 107 coletivos e cinco casas. Além de Belo Horizonte, há residências em Porto Alegre, São Paulo, Manaus e no Recife.
Rodas de samba eventuais nas tardes de sábado, noites de segunda-feira com rock ou ritmos alternativos e dias úteis com muita articulação. Sem contar as coberturas variadas de eventos realizados na capital mineira. Inaugurada há dois meses em Belo Horizonte, a Casa Fora do Eixo começa a dar sinais para o público do trabalho que vem desenvolvendo internamente.
“Nosso principal objetivo é oferecer outro paradigma de produção. Usamos a cultura como ferramenta para a mudança de comportamento”, explica Débora Bernardes, gestora financeira do espaço.

Criado há cinco anos, Fora do Eixo é um movimento social formado por uma rede de coletivos culturais de todas as regiões no Brasil. Inicialmente, surgiu da conexão de produtores de Cuiabá (MT), Rio Branco (AC), Uberlândia (MG) e Londrina (PR). Hoje, são 107 coletivos e cinco casas. Além de Belo Horizonte, há residências em Porto Alegre, São Paulo, Manaus e no Recife.

“Os idealizadores se conheceram durante um festival em Goiás e pensaram em criar uma rota de circulação de bandas e agentes. Foram fazendo contato com mais cidades, divulgando o projeto. Em todo lugar onde chegavam deparavam com o mesmo problema: a falta de comunicação”, conta Débora. A partir dessa iniciativa, a rede ganhou dimensão e funciona praticamente de forma sistemática.

Todas as atividades se concentram em quatro eixos. O partido cuida das articulações internas e externas; a mídia trata do fluxo de comunicação entre os coletivos e a comunidade; a universidade é a responsável pela formação de agentes, enquanto o banco particular gerencia projetos e necessidades específicas.

A Casa Fora do Eixo Minas serve de base não apenas para os 23 pontos do estado, mas para os outros coletivos nacionais. Os projetos culturais, inclusive, são compartilhados. Quinzenalmente, por exemplo, os jovens residentes em Minas organizam o projeto Cedo e sentado, na casa de shows Granfinos. O mesmo evento também é realizado em São Paulo e no Recife.

No imóvel de dois andares, sete quartos, sala, jardim e piscina do Bairro da Serra, as paredes coloridas e bem ocupadas por traços e linguagens diferentes de artes visuais dividem espaço com os organogramas da rede. Chega a ser organização curiosa para uma residência onde vivem 14 jovens, de 20 a 36 anos, sem contar as visitas constantes.

HOSPEDAGEM Um dos propósitos da casa é funcionar como hospedagem solidária para outros integrantes do movimento, sejam músicos que estão na cidade para gravar CD, fazer show ou por outro motivo.

“Morei 20 e tantos anos com meus pais e não consegui crescer tanto na dinâmica com eles como cresci aqui”, garante Letícia Rezende, de Uberlândia. “Você entende uma outra lógica de como usar o dinheiro, por exemplo. Vivendo numa casa com 14 pessoas você percebe como usar melhor tudo”, diz a paulista Michelle Parron.

Com experiências acumuladas no Fora do Eixo em outras cidades, elas se mudaram para Belo Horizonte especialmente para a instalação da residência mineira. Além de desempenhar as respectivas funções para o desenvolvimento da rede, todos precisam pôr a mão na massa. Tudo é dividido: das tarefas domésticas ao dinheiro.

As receitas formais vêm de fontes variadas, patrocínios via leis de incentivo, eventos produzidos por eles e da venda de produtos culturais. “Trabalhamos com banco de estímulo. A gente se remunera assim. Enquanto estivermos estimulados, continuaremos aqui”, conclui Letícia.

###############################################################################################################################

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: